MPRJ avança no combate a hackers que fraudam contas bancárias

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumpre hoje (13) três mandados de prisão contra envolvidos em uma organização criminosa liderada por hackers especializados em furtos mediante fraudes em contas bancárias. É a terceira fase da Operação Open Doors.

Os mandados foram deferidos pela 2ª Vara Criminal de Barra Mansa (RJ). Um dos alvos é um hacker que já está preso desde a deflagração da segunda fase da operação, realizada em setembro do ano passado.

Na nova etapa, o objetivo é atacar a lavagem de dinheiro feita pela organização para ocultar os bens adquiridos com recursos obtidos nas fraudes. De acordo com as investigações, a organização criminosa burla a segurança bancária e consegue acesso aos dados dos titulares das contas lesadas.

“Com isso se apropriam de senhas, CPF, número de agência e conta, nome completo do titular”, diz em nota o MPRJ. Com essas informações, os criminosos conseguem subtrair dinheiro das vítimas e o direciona para contas de laranjas.

Edição: Maria Claudia

Mais:   Dodge diz que vê com preocupação decisão de Toffoli sobre Coaf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *